Continua depois da publicidade

Bombeiros confirmam ossada possivelmente humana encontrada na praia onde desapareceu o menino Edson













Banhistas fizeram descoberta e acionaram a polícia.



O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro confirmou a informação de que uma ossada foi encontrada na praia da Barra da Tijuca. O caso foi informado neste sábado (03/02) e ainda espera mais detalhes.

De acordo com as informações disponíveis sobre a descoberta da ossada:

  • a descoberta foi feita por banhistas;
  • os próprios banhistas foram responsáveis por acionar as autoridade;
  • os restos mortais estavam na areia;
  • ainda não foi confirmado se a ossada era humana.

A polícia militar foi a primeira no local, isolando o espaço. O Corpo de Bombeiros foi inicialmente acionado, mas logo a Polícia Civil compareceu ao local. A ossada foi encaminhada ao Instituto Médico Legal, onde exames devem trazer mais informações.

Caso seja confirmado que a ossada é humana, a polícia então se depara com a investigação sobre a morte. Até o momento, todas as especulações não passam disso, já que não existem mais informações.

A Polícia aguarda informações do IML para conduzir as investigações. O caso causa estranhamento e o mistério tem agitado moradores, que aguardam novas informações sobre a descoberta.

A Praia da Barra da Tijuca tem estado presente nos noticiários das últimas semanas, desde o desaparecimento do menino Edson David. A polícia acredita que o menino, que esta há um mês desaparecido, tenha se afogado.

Foram analisadas, por três vezes, 13 câmeras, em um perímetro de 2 km e ele não aparece. Tecnicamente ele não sai da praia”, disse a delegada do caso sobre a teoria de que o menino tenha sido sequestrado.

Chama a atenção que o menino tenha sido visto por último próximo ao posto 4, enquanto a ossada também foi encontrada na altura do posto 4. Novas informações são aguardadas.








Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *