Continua depois da publicidade

Menino de apenas 4 anos morre em incêndio em apartamento; pai da criança ficou ferido

Incêndio aconteceu durante a madrugada desta sexta, dia 19 de janeiro

Uma terrível tragédia abalou o bairro do Jambeiro, na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na madrugada desta sexta, dia 19 de janeiro.

Um incêndio em um dos prédios do condomínio residencial Santo Amaro de Ipitanga resultou na morte de uma criança de apenas 4 anos, identificada como Samuel Borges de Abreu, e deixou o pai dela ferido.

O incidente ocorreu por volta das 4h, no segundo andar do edifício, onde Samuel vivia com seus pais e um irmão de seis anos. Quando os Bombeiros chegaram ao local, moradores já haviam controlado as chamas, mas, lamentavelmente, a criança não resistiu.

A tragédia revelou sérias deficiências na segurança do condomínio. Moradores apontam problemas nas instalações elétricas de alguns apartamentos nos últimos meses, enquanto o Corpo de Bombeiros destacou a falta de água nos hidrantes do prédio. As caixas d’água estavam vazias, desprovidas de mangueiras e chaves essenciais para o combate ao fogo.

O capitão do Corpo de Bombeiros, em entrevista à TV Bahia, ressaltou que, apesar de existirem equipamentos de segurança no prédio, os moradores não foram treinados para utilizá-los.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Alô Juca | Marcelo Castro (@alojuca)

Além disso, surpreendentemente, o alarme de incêndio não foi acionado, aumentando a gravidade da situação.

A tragédia levanta questões urgentes sobre a segurança estrutural do condomínio e destaca a necessidade de uma investigação minuciosa para determinar as causas do incêndio.

Fica evidente que, além das falhas na estrutura, o despreparo dos moradores para lidar com emergências contribuiu para a magnitude dessa perda devastadora. A comunidade local agora clama por respostas e ações rápidas para evitar que eventos tão trágicos se repitam.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *