Continua depois da publicidade

‘Não quero que minha filha vire só estatística’

O corpo da enfermeira foi encontrado no dia 11 de janeiro mas identificado dias depois.

Uma tragédia abalou a tranquilidade de Alfredo Chaves, na Região Serrana do Espírito Santo, com o brutal assassinato de Íris Rocha, uma enfermeira grávida de oito meses.

O crime chocante, ocorrido na última quinta, dia 11 de janeiro, deixou a família consternada e em busca de respostas, enquanto a polícia trabalha para identificar os responsáveis.

O corpo de Íris foi encontrado em uma estrada rural, abandonado e coberto com cal. Marcas de tiros no tórax revelaram a violência do ato. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado, o que intensifica a dor da família, que clama por justiça.

A mãe da vítima, Márcia Rocha, emocionalmente abalada, pediu a colaboração da comunidade: “Quem tiver informações, por favor, ajude, conte para a polícia quem fez isso. Não quero que minha filha vire só estatística. Quero justiça.”

Íris, aos 30 anos, era uma enfermeira dedicada e estudiosa. Além de cuidar das pessoas com carinho, ela cursava mestrado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

A notícia da sua morte foi recebida com pesar pela Ufes e pelo Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES), que destacaram sua dedicação e amor à profissão.

A vítima deixou um filho de oito anos e esperava a chegada de uma filha, que seria chamada Rebeca. A família lamenta a perda de uma jovem cheia de sonhos e pede justiça diante da crueldade do crime.

O Coren-ES expressou solidariedade e pediu justiça para o ato de extrema violência que chocou a todos. O velório de Íris foi realizado na manhã de terça, dia 16 de janeiro, e o sepultamento ocorreu no Cemitério Jardim da Paz, na Serra.

Enquanto a comunidade se despede da enfermeira dedicada, a polícia continua suas investigações para esclarecer as circunstâncias desse trágico evento.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *