Connect with us

Famosos

O triste fim de Sandra, a filha que Pelé renegou e que perdeu a vida para o câncer implorando para ver o pai

Minuto Info
Publicidade - OTZAds

Edson Arantes do Nascimento, de 82 anos, conhecido em todo mundo como Pelé, ‘O Rei do Futebol’, voltou a ser internado no último dia 29 de novembro para realização de alguns exames, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Pelé foi diagnosticado com câncer de colón em setembro 2021 e desde então vem tratando da enfermidade.

Publicidade - OTZAds

Nos últimos dias, após realizar alguns exames foi diagnosticado com uma infecção pulmonar e de acordo com a equipe médica que vem cuidando de Pelé, o tratamento com a quimioterapia para combater o câncer não vem surtindo efeito e o ex-atleta passará a receber tratamento paliativo.

Quem foi Sandra filha renegada por Pelé e que morreu de câncer

No ano de 1991, Sandra Regina participou do programa jornalístico ‘Aqui Agora’, onde revelou que era filha de Pelé, sua mãe, a empregada doméstica Anízia Machado, que viveu um affair com o ‘Rei do Futebol’.

Sandra Regina por muitos anos tentou entrar em contato com Pelé, mas ele nunca a atendeu, ela chegou a conversar com a governanta da casa do eterno camisa 10 da seleção brasileira e com uma das tias do Pelé, que a orientou a buscar por seus direitos.

Na década de 1990, ela entrou na Justiça e o jogador foi obrigado a realizar o teste de DNA, que confirmou a paternidade.

Publicidade - OTZAds

Mesmo após o teste comprovar que a agora Sandra Regina era sua filha legítima, Pelé recorreu da decisão por 13 vezes na Justiça e perdeu em todas as instâncias, ela pôde enfim usar o sobrenome do pai famoso e passou a se chamar Sandra Regina Machado Arantes do Nascimento Felinto, mas nunca recebeu o reconhecimento e o carinho do pai.

”Para mim, biologicamente, ela pode até ser minha filha, mas, na parte sentimental, não posso me preocupar com essa pessoa, porque não a conheço”, disse na época, segundo o G1.

Sandra Regina foi eleita vereadora por duas vezes pela cidade Santos, ela foi diagnosticada com câncer de mama em maio de 2005, já em estado avançado e com metástase. Nem mesmo sabendo que a filha estava gravemente doente Pelé a procurou.

Oséas Felinto, viúvo de Sandra Regina, afirmou que alguns dias antes de morrer quando ainda estava consciente ela pediu para ver o pai.

A vereadora santista faleceu aos 42 anos, no dia 18 de outubro, devido a falência múltipla dos órgãos em decorrência do câncer, sem ter conseguido alcançar o respeito e o carinho de Pelé, que não foi ao hospital, ao velório e sepultamento da filha.

Ainda de acordo com Oséas, sua esposa só teve contato com Pelé nos tribunais, quando lutava para ser reconhecida pelo “Rei do Futebol”.