Continua depois da publicidade

Padre gaúcho que tinha filhos, netos e bisnetos tem falecimento confirmado e muitos lamentam; sua trajetória é inspiradora

O padre gaúcho partiu e deixou filhos, netos e bisnetos. Muitos lamentam sua partida.

Durante o período da madrugada deste último domingo, dia 31 de dezembro, faleceu o padre Paulo Muller, aos 87 anos de idade, após ter sofrido com problemas respiratórios, conforme informado pela instituições religiosa Diocese de Novo Hamburgo.

O religioso partiu e deixou quatro filhos, cinco netos e três bisnetos, todos frutos de seu casamento anterior ao sacerdócio. Ordenado em 1992, o padre ingressou na vida religiosa após o falecimento de sua esposa, Lizzete, com quem esteve casado pelo período de vinte e nove anos.

O filho do religioso, Adriano, que também é diacóno permanente na mesma instituição religiosa, expressou o seu pesar nas redes sociais, lamentando a partida de seu querido pai.

“Hoje Deus chamou um anjo que cumpriu sua missão como esposo, pai, avô, bisavô e sacerdote. Descanse em paz, meu pai amado”, disse, ao falar sobre o assunto.

E mesmo após ter tido décadas de vida matrimonial, o padre Muller continuou a praticar a fé católica, envolvendo-se em atividades da igreja, atuando como catequista e ministro da eucaristia.

Após a morte de sua esposa, ele quis se dedicar completamente a sua vocação sacerdotal, tornando-se diácono e, posteriormente, padre.

Em meados de maio de 2022, o padre celebrou o casamento de um de seus netos, ocorrido na Igreja Santa Teresinha, em Porto Alegre. O seu percurso religioso foi marcado por uma trajetória única e inspiradora.

A vida do padre mostra que a fé pode orientar caminhos inesperados ao longo de sua vida. Agora, muitos estão desejando que ele consiga descansar em paz.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *