Connect with us

Notícias

Quem é a Policial Civil que perdeu sua vida após tocar campainha de casa de empresário no Jardins em SP: ‘Inacreditável’

A Policial civil perdeu sua vida após ter tocado a campainha de uma casa nos Jardins. Ela partiu e deixou sua filha de 5 anos de idade.

Diversos canais de comunicação divulgaram a trágica notícia do falecimento da policial civil Milene Bagalho Estevem, de 39 anos de idade. Ela morreu neste último sábado, dia 16 de dezembro, na região de São Paulo.

A policial atuava na corporação há cerca de sete e integrava o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais). E com o seu falecimento, ela deixa uma filha de apenas cinco anos de idade.

De acordo com informações fornecidas pelas autoridades, foi dito que a agente estava realizando diligências para coletar imagens de um crime que tinha ocorrido na localidade no dia anterior. E ao tocar a campainha de uma casa, foi surpreendida com disparos.

O responsável pelos disparos foi identificado como o empresário Rogério Saladino, de 56 anos. E infelizmente, ela não conseguiu resistir aos ferimentos e faleceu. Outro policial, também envolvido na situação, reagiu ao ataque, o que resultou em mais mortes.

O empresário também foi baleado e não resistiu, assim como um funcionário que trabalhava na residência. O caso aconteceu nos Jardins, um dos bairros mais nobres da capital paulista.

Rogério Saladino já tinha um história criminal que incluia passagens por crimes como homicídio, lesão corporal e crime ambiental. E neste momento, muitos estão lamentando o falecimento da policial que perdeu sua vida de forma trágica.

“Inacreditável, jamais iremos pensar que em um bairro nobre, em uma simples diligência para coletar imagens de monitoramento, o próprio morador irá atirar na polícia, lamentável. Deus conforte o coração de todos”, declarou uma pessoa.

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com