Connect with us

Curiosidades

19 Ícones trans que abraçaram suas identidades e conquistaram o mundo

19 Icones trans que abracaram suas identidades e conquistaram o

Todos precisamos de tempo para amadurecer e descobrir quem realmente somos. No entanto, algumas pessoas passam por uma transformação significativa ao reconhecerem que são transgêneros ou não-binárias. De acordo com estudos, as pessoas trans experimentam um nível muito maior de felicidade após a transição. Aceitar sua identidade pode envolver desafios e momentos difíceis, mas viver com orgulho de nós mesmos pode nos levar a um lugar muito melhor, pois nada é mais importante do que ser fiel a si mesmo.

Continua depois da publicidade

1. Gabriela Medereiros

Gabriela Medeiros estourou como Buba no remake de Renascer. A jovem conquistou os telespectadores com seu primeiro papel de destaque. Na trama ela também vive uma mulher trans. Para a atriz, o papel tem sido um grande aprendizado: “Quando peguei o roteiro pela primeira vez, soube que ela me traria um amadurecimento importante. Minha vida foi se transformando ao decorrer de cada página”.

2. Liniker

cbfa3657cb89eaf3bcbf1e4ffb

Liniker começou sua transição ao mesmo tempo que alcançava visibilidade no mundo da música, aos 19 anos. Seu primeiro EP viralizou na internet, com pouco mais de 13 minutos de música, sendo ouvido mais de cinco milhões de vezes. Tudo isso ocorreu em paralelo com sua transição. Liniker veio de uma cidade do interior, Araraquara, em São Paulo, onde tudo era mais complexo. A cantora sempre se entendeu como mulher, mas não compreendia que podia ter outro corpo. Ela passou por esse momento com a ajuda da também cantora Linn da Quebrada.

3. Maya Massafera

19ca7b5d40a1737fef09b938f0

Maya Massafera ficou conhecida por seu trabalho como apresentadora e, posteriormente, como youtuber, no canal Hotel Mazzafera. Ela havia sumido da internet e voltou após algumas semanas com um post no Instagram dizendo: “Prazer, Maya!”. A famosa não deu muitos detalhes sobre a transição, mas vem contando com o apoio do público e de alguns famosos, como Pabllo Vittar e Anitta.

Continua depois da publicidade

4. Rogéria

392ac458dca41d0c08ffbbfab9

Rogéria é um marco na televisão brasileira. Quando pouco se falava sobre gênero, ela já estava lá, escrevendo a própria história e a de tantas outras. Não é por menos que é conhecida como “a travesti da família brasileira”. Título cunhado por ela mesma, que exala com muito orgulho. Afinal, veio com o custo de muito trabalho. A artista marcou os palcos e os programas de televisão, sendo ovacionada pelo público brasileiro e estrangeiro.

5. Roberta Close

10c2755873b670147800148c7f

Roberta Close é outro marco nacional. Quando se evitava falar sobre identidade de gênero, ela já estava fazendo história. Porém, o caminho não foi fácil para a modelo, que revela que muitas vezes foi castigada pelos pais, que não sabiam lidar com ela. Roberta, que agora prefere viver mais distante dos holofotes, afirma que vê uma mudança na perspectiva das pessoas sobre o assunto: “Eu acho que, nesse ponto, o Brasil evoluiu. Nós evoluímos nas leis, nas formas de tratar as pessoas, com dignidade e com respeito”

6. MJ Rodriguez

2465b25316a63ebac0b701678b

MJ Rodriguez já era ator quando percebeu que era transgênero. Aliás, um personagem o ajudou a se descobrir. Fez a transição e se tornou um enorme sucesso desde então, especialmente como Blanca em FX’s Pose. Mas MJ também fez história ao ser a primeira artista trans indicada a um Emmy na categoria atriz principal de drama e a primeira atriz trans a vencer um Globo de Ouro.

MJ tem noção do enorme significado da sua vitória. “Esta é a porta que vai abrir a porta para muitos mais jovens talentosos. Eles verão que isso é mais do que possível”, disse.

7. Elliot Page

89eeeb54a48797310fa3a87f40

Elliot Page começou no cinema ainda jovem, mas lutou com sua identidade por um tempo. Em 2020, se assumiu transgênero, compartilhando sua “alegria” por ter chegado esse momento e “gratidão” pelas pessoas que o apoiaram em uma declaração no Instagram.

O personagem de Elliot, atual astro de The Umbrella Academy na Netflix, também fará a transição, segundo revelaram. É a primeira vez que a transição real de um ator se reflete em seu trabalho na tela. Sair do armário o tornou uma pessoa melhor em muitas facetas de sua vida, revelou o ator.

8. Laverne Cox

c7ee9a5e51b368010c861de5dc

Invision/Invision/East News

Laverne Cox iniciou sua carreira em 2013 na série Orange is the New Black e desde então já atuou em muitas séries. Tornou-se a primeira pessoa trans a ser indicada ao Emmy em qualquer categoria de atuação por seu trabalho nessa mesma série.

“Nada disso nunca foi sobre mim. Fui muito clara desde o início de que minha jornada seria maior do que eu”, disse. E acrescentou: “Há uma parte de mim que se sente muito orgulhosa por ter sido a primeira de várias maneiras, mas que não serei a última”. Ela realmente abriu o caminho para muitas pessoas.

9. Hunter Schafer

667d5959cba4cb4a8d45f8c8fc

Hunter Schafer ainda é nova, mas já alcançou enorme sucesso. Primeiro como modelo e, depois, como a personagem principal Jules em Euphoria da HBO. Como uma mulher trans, disse ter sido legal interpretar uma personagem complexa que não lida apenas com seu gênero. Hunter até trabalhou como a criadora da série para tornar a experiência de seu personagem o mais real possível.

“É realmente emocionante para mim, pois essa história será acessível”, disse. Quando era adolescente, achou importante encontrar representação em pessoas que compartilhavam suas experiências online e hoje consegue ser isso para a geração mais jovem.

10. Sam Smith

0d93225d60a3bcfe143c7f3c88

O cantor Sam Smith compartilhou em 2019 que sempre sentiu uma luta em seu corpo e mente e ouvir conversas sobre ser não-binário o fez perceber quem era. Smith já vendeu mais de 33 milhões de álbuns no mundo todo e ganhou quatro Grammys, três Brit Awards, um Globo de Ouro e um Oscar — mostrando que qualquer que seja sua identidade, se for fiel a si mesmo, pode conseguir qualquer coisa.

11. Yasmin Finney

5463b759bcaaf383974e488109

Yasmin Finney ficou famosa este ano por seu papel como Elle na famosa série da Netflix Heartstopper. “É tão lindo ver uma história trans normalizada na televisão”, disse. Finney começou a documentar suas experiências como uma jovem mulher trans em Manchester, no Reino Unido, no TikTok e ganhou milhares de seguidores e milhões de visualizações. Ela credita o sucesso por ter percebido que havia um lugar na indústria do entretenimento para ela.

Depois de sofrer bullying no ensino médio e se assumir transgênero, isso tudo antes de se tornar famosa, Yasmin amadureceu muito. “Comecei a aceitar quem eu sou. Não quero ser perfeita. Apenas quero ser eu, autenticamente”, explicou.

12. Jamie Clayton

c19656570b8f4ddf0ad98aff5f

Jamie Clayton teve uma virada na carreira ao se tornar estrela da série de ficção científica Sense8, interpretando a personagem Nomi, que é uma das oito pessoas que de repente se conectam mentalmente. Desde então, participou de diversas séries, como The L Word: Generation Q, no qual interpreta uma mulher que não é trans — um passo importante para a artista.

13. Kim Petras

36e9355b8097f95cd86a37248e

Kim Petras queria ser uma pop star desde criança na Alemanha e se mudou para Los Angeles com apenas um sonho e 550 dólares (o equivalente a cerca de 2.900 reais). Ela alcançou a fama em 2017, quando seu single de estreia liderou o Top 50 Viral Global do Spotify — com a participação de Paris Hilton no videoclipe. Mas Petras é rápida em dizer que não foi descoberta: “Eu me descobri.” Ela agora está quebrando recordes em todos os lugares, como a primeira artista abertamente transgênero a cantar no VMAs e na MTV Europe Music Awards.

14. Janet Mock

0ac5955384946bb51d2c66c385

Janet Mock é escritora e já está acostumada a fazer história. Foi a primeira transgênero negra contratada como escritora de uma série de TV, quando participou de Pose. Depois foi pioneira novamente ao assinar um contrato de três anos com a Netflix, tornando-se a primeira negra transgênero a fechar um acordo com um grande estúdio.

Quando jovem, realmente não havia imagens afirmativas na mídia que mostrassem sua experiência, por isso decidiu fazê-las. Então começou a escrever para, segundo ela, “dizer a verdade”. E acrescentou: “Nesse sentido, minha carreira, para mim, realmente começou quando dei um passo à frente e contei minha própria história”.

15. Indya Moore

9da7a0562c8ecbf0b67b3adb43

Indya Moore é atriz e modelo trans não-binária e algumas de suas histórias de amadurecimento com essa identidade influenciaram as histórias de seu personagem Angel, em Pose. Índia fez história como a primeira modelo transgênero a posar para a capa da revista Elle.

16. Asia Kate Dillon

6fd4105baf8d33bde98ec90026

Anthony Behar/Sipa USA/East News

Asia Kate Dillon fez história interpretando o primeiro grande personagem não binário na televisão na série Billions. O papel mudou sua vida, mostrando como viver em sua liberdade, mas também mudou a vida de outras pessoas. Os jovens vêm até a Ásia para dizer: “Eu vi Taylor na TV e entendi algo sobre mim mesmo e me senti menos sozinho.”

17. Jonathan Van Ness

9915355fabb6ab7dda67cf0425

Jonathan Van Ness ou JVN, como às vezes é chamado, conquistou nossos corações como especialista em cuidados pessoais no Queer Eye da Netflix. Jonathan, que não é binário, publicou um livro, hospedou um podcast e impressionou nos tapetes vermelhos. Mas também quebrou um recorde como o primeiro artista de capa solo não-mulher da Cosmopolitan UK em 35 anos.

18. Josie Totah

bbc22d5a51bc9639f54d47d106

Josie Totah já havia atuado em muitos programas de TV populares antes de sua transição anunciada em 2018. Explicou não ter sido uma escolha, mas algo que sempre soube sobre si mesma desde criança: “Sempre soube em algum nível que eu era mulher.”

Ela então interpretou uma garota transgênero na remontagem da série Saved By The Bell para a Peacock. Sentiu-se honrada por dar vida a uma personagem trans e pretendia que a história normalizasse o fato de ser trans no ensino médio, dizendo que há muito mais nela do que apenas seu gênero.

19. Alexandra Billings

4b3ab15993bb6fd6bd113d9ef9

Invision/Invision/East News

Alexandra Billings tornou-se a primeira pessoa transgênero a interpretar um personagem transgênero quando atuou no filme Romy and Michelle: In The Beginning em 2005. Desde então, apareceu como personagens trans em muitas séries de TV. Fez história no palco e na tela como a primeira artista abertamente trans a estrelar o musical Wicked.

Quem te inspirou a aceitar sua personalidade? Que conselho daria ao seu “eu” mais jovem? Deixe-nos saber nos comentários.

Leia Mais
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com