Connect with us

Notícias

Vídeo: Voluntário faz desabafo comovente sobre situação em Canoas e afirma : “Cemitério a céu aberto”

Video Voluntario faz desabafo comovente sobre situacao em Canoas e

O estado do Rio Grande do Sul vem passando pela pior crise já registrada.

A cidade de Canoas está enfrentando uma das suas piores crises humanitárias devido às recentes inundações que deixaram a região praticamente submersa. Com as águas ainda altas e restrições severas à entrada de barcos não motorizados, a situação dos moradores locais torna-se cada vez mais desesperadora.

Um voluntário da região, cuja voz ecoou nas redes sociais, desabafou sobre o cenário sombrio: “Quando as águas baixarem, vocês verão o maior cemitério a céu aberto já visto”.

A declaração é um reflexo direto da frustração com as políticas restritivas que impedem a atuação mais ampla dos resgates, exigindo que apenas barcos com motor e pilotos licenciados possam operar.

Os relatos do voluntário pintam uma imagem de desamparo e urgência. Segundo ele, as autoridades locais têm limitado a entrada de novos voluntários e controlado rigorosamente o acesso à área atingida.

A ausência temporária de figuras políticas importantes, como o prefeito e os vereadores, e a inação percebida por parte deles têm exacerbado a situação. Em meio a este cenário a população tem agido da maneira que pode para tentar salvar as pessoas que ainda precisam de auxilio para chegar a um local seguro.

Uma das cenas que vem viralizando é a “corrente humana” que se formou na cidade para ajudar no resgate. A gravidade das inundações é tamanha que há corpos boiando nas águas, muitos deles crianças, e milhares de pessoas ainda aguardam por socorro.

Veja o desabafo do voluntário:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jornal Razão (@jornalrazao)

“Centenas de corpos estão boiando sobre as águas, a maioria crianças. Milhares de pessoas estão aguardando o resgate, infelizmente muitas delas estão morrendo“, lamenta o voluntário.

Com a chuva persistente e o nível das águas subindo, a necessidade de ajuda humanitária é urgente. O apelo do voluntário ressoa nas redes: “Eu imploro, por favor, mostrem isso para o mundo! Eu imploro por ajuda aqui em Canoas!“, suplicando que a crise seja reconhecida e atendida com a seriedade que a situação exige.

Leia Mais
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com