Continua depois da publicidade

após novas imagens serem divulgadas e web aumentar teorias, Polícia Civil faz esclarecimento













Novo vídeo mostra menino com cabelos secos.



A polícia civil do Rio de Janeiro esta sob forte cobrança após quase um mês de desaparecimento do menino Edson Davi. O menino sumiu no último dia 4 de janeiro, na Praia da Barra da Tijuca, depois de deixar a barraca onde o pai trabalhava.

Até o momento, a polícia civil vem trabalhando com a tese de afogamento. Existem imagens do menino indo em direção à água, mas não existem imagens do menino deixando a praia.

Todas essas informações reforçam a tese de que o menino pode ter se afogado. No entanto, as buscas pelo corpo já duram semanas e até agora nada foi localizado, o que aumenta a pressão sobre a polícia.

Nesta semana, um novo vídeo foi divulgado pela polícia. Nas imagens, Edson aparece com os cabelos secos na barraca do pai. A filmagem foi feita logo depois que o menino brincou com filhos de um casal argentino.

A divulgação das imagens voltou a alimentar uma série de questionamentos nas redes sociais, que estão também tomadas por teorias e informações falsas sobre as investigações.

Dessa forma, a polícia se manifestou e esclareceu que foram analisadas imagens de 13 câmeras, em um raio de 2km do ponto onde o menino estava e não existem imagens do menino deixando a praia.

“Não há registro de imagens que mostram ele saindo da praia. A investigação está em andamento e diligências são realizadas para esclarecer todos os fatos”, declarou em nota enviada ao Metrópoles.

A família do menino tem a suspeita de que Edson foi sequestrado, mas a polícia não acredita nessa possibilidade, justamente porque não existem imagens de Edson deixando a praia.








Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *