Continua depois da publicidade

Bolsonaro é alvo da Polícia Federal e deve entregar passaporte

Ex-presidente estava em Angra dos Reis, no Rio.

A quinta-feira (08/02) amanheceu agitada para o ex-presidente Bolsonaro e aliados. A Polícia Federal cumpriu dezenas de ordens da Justiça e o próprio ex-presidente foi alvo de algumas delas.

Por decisão do STF, o ex-presidente deve entregar seu passaporte às autoridades. A decisão é preventiva, para evitar que o ex-presidente deixe o país em face das investigações que se cercam contra ele.

Por meio do X, o antigo twitter, a defesa do ex-presidente confirmou a decisão e informou que o passaporte será entregue à polícia. Fabio Wajngarten, que foi secretario de Comunicação durante o governo Bolsonaro, agora é advogado do ex-presidente.

“Em cumprimento às decisões de hoje, o Presidente @jairbolsonaro entregará o passaporte às autoridades competentes”, diz o comunicado. O documento não estava em posse do ex-presidente no momento da chegada da polícia. Bolsonaro tem 24h para entregar o passaporte.

Ainda segundo o advogado, Bolsonaro determinou que um de seus assessores fosse para Brasília a fim de buscar o documento para entrega-lo as autoridades. Bolsonaro estava em Mambucaba, Angra dos Reis, onde tem casa.

Nesta fase, as apurações apontam que o grupo investigado se dividiu em núcleos de atuação para disseminar a ocorrência de fraude nas Eleições Presidenciais de 2022, antes mesmo da realização do pleito, de modo a viabilizar e legitimar uma intervenção militar, em dinâmica de milícia digital“, diz um comunicado da polícia.

Aos seus eleitores, Bolsonaro insiste estar sendo vítima de perseguição política. Em contato com Monica Bergamo, Bolsonaro pediu que as autoridades o “esqueçam”.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *