Continua depois da publicidade

Cantora considerada ícone do samba brasileiro não resiste após infarto repentino

A cantora não resistiu após ter sofrido com um infarto. Muitos estão lamentando sua partida e desejando que ela consiga descansar em paz. Mais detalhes foram expostos.

A madrugada desta quinta-feira trouxe uma notícia triste para o mundo da música e do samba em Florianópolis. Dadá Varella, cantora e sambista de renome vinculada à uma importante escola de samba, faleceu aos 43 anos. A artista sofreu um infarto fulminante, e infelizmente, não resistiu.

Dadá, influenciada por seu pai, iniciou sua jornada musical cantando em festas de família. Mesmo após a perda do pai, ela persistiu nas rodas de samba da comunidade, destacando-se como a única mulher entre sambistas predominantemente mais velhos.

Inicialmente, enfrentou desafios, inclusive a resistência da mãe ao vê-la no ambiente do samba. Com o tempo e o reconhecimento de seu talento inegável, recebeu a benção da mãe para seguir sua paixão e brilhar nos palcos.

Referência no samba, Dadá era inspirada por outros grandes nomes. Em 2019, levou sua arte para além dos limites do morro, apresentando-se nas ruas e palcos da cidade. Ganhou notoriedade por sua voz marcante e pelo engajamento em movimentos de empoderamento feminino.

“O samba está de luto”, declararam.

Além de sua atuação dentro de escolas de sambas, Dadá era presença constante em rodas do gênero musical e projetos voltados para a promoção da cultura negra em Florianópolis.

A comunidade do samba e todos que tiveram o privilégio de conhecer seu trabalho lamentam profundamente sua partida, prestando homenagens à sua memória e celebrando o legado musical e cultural que deixa para Florianópolis e o samba brasileiro.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *