Connect with us

Famosos

Ex-funcionária de Caetano Veloso e esposa revela tudo que passou nas mãos de ex-patroa: ‘estado de pânico’

Ex funcionaria de Caetano Veloso e esposa revela tudo que passou

A ex-funcionária Edna Santos, 52 anos, está processando a ex-patroa Paula Lavigne, esposa do renomado cantor Caetano Veloso, após ser demitida por justa causa sob acusação de furto.

Continua depois da publicidade

Edna, que trabalhou para a família por 22 anos, negou as acusações e descreveu os anos de trabalho como humilhantes. A ex-empregada da família não poupou palavras para descrever os momentos de terror que passou em seu trabalho.

Ex-empregada relata acusação de roubo

Edna começou como arrumadeira e, ao longo dos anos, tornou-se governanta na casa de Caetano Veloso e sua esposa. Em 2020, foi contratada pela produtora do casal, mas continuou com suas funções domésticas.

Apesar de sua dedicação, a ex-funcionária afirmou que não tinha reconhecimento de Paula, a quem descreveu como temperamental e difícil de lidar. Segundo Edna, a patroa frequentemente fazia comentários depreciativos sobre sua aparência e desempenho, além de aplicar descontos salariais por supostos erros.

Continua depois da publicidade

A situação se agravou quando US$ 15 mil desapareceram do closet da esposa do cantor antes de uma viagem. Santos foi apontada como suspeita e, apesar de tentar provar sua inocência, sua relação com a ex-patroa deteriorou-se ainda mais. Na volta da viagem, Paula passou a tratar a empregada de forma grosseira e o valor do furto alegado aumentou para 40 mil dólares.

Ex-empregada de Caetano Veloso não poupa palavras

No dia 3 de maio, Paula Lavigne confiscou o celular da ex-funcionária, além de isolá-la em um quarto. Edna Santos relatou que a pressão e o estresse a levaram a um estado de pânico, resultando em uma ida ao hospital. “Eu tenho problema de pressão alta e a pressão começou a subir, eu não conseguia respirar e fiquei num estado de pânico”, revelou na entrevista.

No dia 5 de maio, Edna se ofereceu para treinar uma substituta, o que foi inicialmente aceito pela patroa. No dia seguinte, a esposa de Caetano Veloso colocou um áudio em que a ex-empregada mostrava bebidas da casa para amigas, o que ela afirmou ser uma brincadeira inocente. Paula então exigiu que fosse assinado uma carta de demissão e ao recusar, a empregada foi expulsa de casa.

Por fim, Santos fez questão de afirmar que não odeia a ex-patroa, mas lamenta a forma como ocorreu o fim da relação. Além disso, ela negou as acusações de roubo feitas dentro da casa.

Publicidade
Leia Mais
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com