Continua depois da publicidade

Policial foi perseguida por cerca de 15 metros antes de perder a vida em emboscada, detalhes do crime são expostos

Dois policiais foram presos suspeitos de participação no crime.

A agente da polícia militar, Vaneza Lobão, de 31 anos de idade, deslocou-se rapidamente por uma distância de 15 metros em uma tentativa desesperada de escapar do agressor que, infelizmente, acabou por tirar sua vida em 24 de novembro de 2023.

As informações fornecidas por vídeos de vigilância e utilizados pelas autoridades policiais Civil e Militar durante as investigações, revelam que o veículo dos criminosos parou em frente à residência do vizinho de Vaneza na noite do trágico evento, por volta das 20h.

Um mandado de prisão temporária, com validade de 30 dias, foi emitido pela Justiça contra eles. Até o momento, as autoridades policiais têm conhecimento de que a dupla esteve envolvida no planejamento do crime.

Contudo, ainda não foi esclarecido se algum dos suspeitos estava presente no veículo, participou da vigilância ou foi responsável pelo disparo fatal contra Vaneza.

De acordo com as investigações, os criminosos tinham conhecimento da rotina de Vaneza, sabendo que ela costumava frequentar a academia para se exercitar às segundas, quartas e sextas-feiras, por volta das 21h.

Cerca deste horário, a polícial parte de sua residência. Inicialmente, sua companheira deixa o local através do portão e se dirige ao carro de Vaneza, estacionado na calçada em frente à casa.

Logo em seguida, Vaneza segue. Nesse momento, um homem desce de um veículo estacionado em frente ao carro do casal, disparando em direção à policial com um fuzil.

Ele persegue Vaneza, que corre em direção oposta por uma distância de 15 metros antes de parar e erguer as mãos. Contudo, o atirador, munido de um AK-47, descarta a arma e pega uma pistola.

Com este novo armamento, ele tira a vida da cabo Vaneza, que estava alocada na 8ª DPJM, um departamento da Corregedoria da Polícia Militar dedicado à investigação de milícias.

Para assistir ao vídeo CLIQUE AQUI!

Vaneza foi alvejada por cinco disparos. A perícia revelou que a vítima foi atingida na cabeça e no peito. O caso segue sob investigação.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *