Continua depois da publicidade

Vaso sanitário se quebra e deixa mulher gravemente ferida; policia toma medida desesperada para resgate

Acidente lança um importante alerta sobre o risco que a quebra de um vaso sanitário trazem

Em um episódio que destaca a prontidão e a coragem das forças de segurança, policiais militares em Aragarças, Goiás, realizaram um resgate dramático na madrugada de quarta, dia 31 de janeiro .

Uma mulher, gravemente ferida em um acidente doméstico envolvendo a quebra de um vaso sanitário, foi salva graças à ação decisiva dos agentes e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O incidente ocorreu no Setor Aeroporto, quando, após receberem um chamado de emergência, os policiais chegaram à residência da vítima antes mesmo das equipes de socorro.

Diante do desespero da irmã da vítima, que não conseguia encontrar as chaves da casa, os oficiais não hesitaram em escalar o muro e forçar a entrada para prestar os primeiros socorros.

Dentro da casa, o filho da mulher, em estado de choque, guiou os policiais até o banheiro, onde encontraram a cena do acidente: a mulher caída, cercada pelos destroços do vaso sanitário quebrado. Sem perder tempo, os policiais iniciaram os procedimentos de emergência, uma ação crucial que manteve a vítima estável até a chegada do Samu.

Contudo, a equipe de socorro enfrentou um obstáculo ao chegar: o muro alto e o portão trancado. Demonstrando iniciativa, um dos policiais correu até o batalhão, buscou um alicate e quebrou o cadeado, permitindo que os socorristas acessassem o local e continuassem os cuidados necessários.

Após receber atendimento inicial, a mulher foi transportada para o Hospital Municipal Getúlio Vargas. Devido à gravidade de seus ferimentos, ela precisou ser transferida para Goiânia, onde receberia cuidados especializados.

O caso é um importante alerta para os risco da quebra de um vaso sanitário. Ao perceber qualquer indício de trinca no objeto é importante a troca para que não ocorre um grave acidente

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *