Continua depois da publicidade

Acidente com carro funerário deixa vítima fatal e vários pessoas feridas

As causas do acidente estão sob invetigação.

Na manhã de domingo (4), um acidente ocorreu na rodovia BR-153, na altura do município de Guaraí, localizado no interior do estado de Tocantins, envolvendo um carro funerário que transportava um corpo e outro veículo de passeio com seis ocupantes.

O motorista do carro funerário veio a falecer no acidente. Após o ocorrido, ambos os veículos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Guaraí.

As seis pessoas que estavam no veículo de passeio foram socorridas e levadas ao Hospital de Referência da cidade. Na manhã de domingo (4), ocorreu o acidente em que o carro funerário colidiu com outro veículo de passeio, onde estavam seis pessoas.

Todos os envolvidos foram prontamente socorridos e encaminhados para o Hospital de Referência da localidade, conforme confirmado pela Polícia Rodoviária Federal e pelos bombeiros.

A empresa funerária, esclareceu que o motorista identificado como Augusto Ilário dos Santos, de 36 anos, partiu da cidade de Redenção, no Pará, com destino a Iporá, que fica em Goiás, com o objetivo de entregar o corpo.

A empresa também comunicou que as duas vítimas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML). O corpo transportado pela funerária chegou a Iporá ainda no domingo, após ser recolhido.

Quanto ao corpo de Augusto, estava programado para chegar à cidade no final da tarde desta segunda-feira (5).  A colisão frontal aconteceu na altura do KM 337.

Segundo informações repassadas pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Augusto ficou preso nas ferragens e foi necessário o trabalho dos bombeiros para resgatar seu corpo.

Os seis ocupantes do veículo foram encaminhados para o uma unidade hospitalar. Conforme divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde no domingo, quatro pessoas estavam sendo atendidas por equipes multiprofissionais, enquanto as outras duas foram transferidas para o Hospital Regional de Araguaína.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *