Continua depois da publicidade

Atestado de óbito aponta causa da morte de jovem que esteve com jogador do Corinthians e detalhes são expostos: ‘Objeto’

O caso segue sob investigação.

O atestado de óbito da jovem Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, que perdeu a vida na última terça-feira (30) após um encontro com Dimas Cândido de Oliveira Filho, jogador de futebol, trouxe a público como causa do óbito uma ruptura na região genital.

O registro do falecimento da jovem menciona que ocorreu uma “rutura [sinônimo de ruptura] de fundo de saco de Douglas com extensão à parede vaginal esquerda.

O termo “saco de Douglas” refere-se a uma área na região inferior do abdômen, localizada entre o útero e o reto. O certificado foi emitido às 0 horas desta última quarta-feira (31), pelo Hospital Municipal do Tatuapé.

O documento ainda ressalta que exames complementares precisavam ser realizados. Os exames adicionais, incluindo a necropsia, realizados no Instituto Médico Legal (IML), ainda não foram tornados públicos.

Esses resultados são cruciais para esclarecer as circunstâncias que levaram à ruptura na região íntima da jovem. Adicionalmente, esses relatórios também devem esclarecer se Livia ingeriu alguma substância, como álcool ou entorpecentes.

O representante legal da família da jovem destacou que estão aguardando os resultados dos exames do IML, e salientou que a ruptura mencionada no atestado de óbito aparentemente não ocorreu durante uma relação íntima comum.

O que está sendo investigado pela polícia, competente delegada que está no caso, é saber se houve violência ou introdução de algum objeto aí“, afirmou Alfredo Porcer, advogado da família da jovem.

O que aconteceu?

Na noite de terça-feira (31), Livia Gabriele da Silva Matos encontrava-se no apartamento de Dimas. Nesse momento, o jogador solicitou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a jovem foi encaminhada ao pronto-socorro do Tatuapé (SP).

Ela apresentava hemorragia na região íntima e passou por quatro paradas cardiorrespiratórias, uma delas ocorrendo durante o trajeto para o hospital.

Na tarde desta última quarta-feira (31), os agentes de segurança dirigiram-se ao apartamento do jogador, onde identificaram vestígios de sangue, além da presença de uma camisinha e dois cigarros eletrônicos.

Para assistir ao vídeo CLIQUE AQUI!

As autoridades policiais solicitaram ao condomínio as gravações das câmeras de segurança, visando obter registros que possam revelar a entrada da jovem no edifício. O jogador se colocou a disposição dos investigadores para quaisquer esclarecimentos.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *