Continua depois da publicidade

casal arma plano macabro para roubar bebê de mãe recém-separada

O caso aconteceu no RS e mais detalhes foram expostos.

O noticiário do Cidade Alerta acompanhou de perto um caso aterrorizante que expôs a crueldade de um casal capaz de cometer crimes hediondos em busca de seus objetivos.

Na cidade de Sapucaí do Sul, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, um homem de 25 anos e sua companheira, de 47, protagonizaram um assassinato seguido de sequestro, deixando a comunidade em choque.

Sob a fachada de mãe e filho, o casal explorou a vulnerabilidade de uma mulher recém-separada com um bebê, utilizando artimanhas para se aproximar dela e realizar seus planos nefastos.

O delegado Cristiano Reschke revelou que o homem envolvido na farsa flertou com a vítima, conquistando a oportunidade de levá-la para jantar.

O mesmo veículo utilizado no encontro foi palco do terrível crime, onde a mulher foi agredida com socos e estrangulada com o cinto de segurança. “O intuito, realmente, era de ficar com a criança“, declarou o delegado, diante do exposto.

O corpo da vítima foi encontrado em uma área de mata, desencadeando uma investigação que revelou não apenas o assassinato, mas também o desaparecimento do filho da mulher.

A polícia descobriu que o casal criminoso, premeditando o sequestro, adquiriu diversos itens para recém-nascido. Eles já tinham planejado todo o crime.

Os criminosos, localizados em posse do bebê sequestrado, foram presos em flagrante. A investigação inicial sobre tráfico humano foi descartada quando surgiu a verdadeira motivação: o desejo do casal de ficar com a criança.

A mulher que arquitetou o plano havia perdido um filho recentemente e optou por medidas criminosas para obter outro. O casal inicialmente alegou que a criança era deles, mas confessou o crime posteriormente.

Com o resgate do bebê, imagens exclusivas mostram o emocionante reencontro com a família materna, marcado por lágrimas de alívio e emoção.

Os acusados agora enfrentarão acusações graves, incluindo sequestro de vulnerável após homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Este caso brutal revela a brutalidade que algumas pessoas são capazes de cometer em busca de seus objetivos macabros.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *