Continua depois da publicidade

homem que atacou vizinha com ofensas racistas é preso em Minas Gerais

Caso gerou revolta após divulgação das imagens.

A polícia de Minas Gerais confirmou ter realizado a prisão do homem filmado atacando, com ofensas racistas, uma vizinha do prédio onde mora. O caso aconteceu em Boa Esperança, no sul do estado.

O caso aconteceu no último dia 26, quando as imagens foram filmadas e denunciadas. Na delegacia, o homem primeiro alegou que havia se defendido e que a briga teria sido muito maior do que nas filmagens, tendo sido ainda vítima de homofobia.

No entanto, já no dia 28, a polícia tomou conhecimento de outras duas pessoas que haviam sido vítimas de injúria racial proferida pelo mesmo homem. Nesse momento, a polícia civil pediu o mandado de prisão.

Segundo as informações, o agressor, de 53 anos, compareceu à uma delegacia na companhia de seu advogado. Ele foi autuado e preso, conforme cumprimento de mandado de prisão.

De acordo com as informações da polícia, o homem deve responder cinco vezes pelo crime de injúria racial. Vale lembrar que, desde o ano passado, o crime foi equiparado ao crime de racismo, seguindo as mesma previsões da lei.

A CONFUSÃO

A briga no prédio teria começado após um morador se queixar do barulho feito pelos cães do agressor. Ele então se dirigiu à casa da vizinha, que é negra e estava na companhia da filha pequena, que nem sequer tinha sido a responsável pela reclamação.

Na porta da casa da vítima, o homem usa insultos como “preta’, ‘macaca’, ‘feia’ e ‘encardida’, e ironiza a polícia. “Chama a polícia, me põe na cadeia, vagabunda desgraçada, me põe na cadeia. Eu to aqui em cima, não ou fugir não”, diz.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *