Connect with us

Notícias

Mãe se ajoelha diante do caixão da filha e faz último pedido que jamais poderá ser realizado; garota de 13 anos perdeu a vida em um ataque cruel

Mae se ajoelha diante do caixao da filha e faz

O caso que gerou comoção e revolta segue sob investigação.

Constantemente irradiando alegria e cercada por suas amizades, Aysla Carolina de Oliveira, uma jovem de 13 anos, nutria uma paixão pela vida e almejava se tornar médica um dia.

Infelizmente, seus sonhos foram brutalmente interrompidos na noite de sexta-feira (3), quando foi baleada e perdeu a vida, o caso aconteceu na cidade de Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul

Em suas postagens nas redes sociais, notava-se Aysla em fotos e vídeos repletos de felicidade, sempre rodeada por amigos. O desejo de seguir a carreira médica, abruptamente interrompido pela violência dos criminosos, era expresso na descrição de seu perfil no Instagram.

Dinâmica do crime

Na noite da última sexta-feira (3), em Campo Grande, Silas Ortiz Grizakay e Aysla Carolina de Oliveira, ambos de 13 anos, foram baleados e mortos enquanto estavam na companhia de cinco adolescentes.

Uma testemunha de 15 anos também foi atingida de raspão. Autorizada pela família, ela relatou ao TopMídiaNews que os amigos costumavam se reunir nos finais de semana para conversar.

Silas residia na região, enquanto Aysla, embora tivesse sido criada no bairro, mudou-se para o Centenário. No entanto, era comum que retornasse à região para manter contato com seus antigos amigos.

A testemunha, ainda assustada, relatou que ouviu um tiro, mas não percebeu imediatamente o perigo, associando o som a um pneu estourando em uma borracharia próxima.

Quando percebeu a presença de indivíduos correndo, a confusão se instalou. Os atiradores estavam em uma motocicleta e não hesitaram em agir, apesar da presença das crianças.

Segundo informações do boletim de ocorrência, Silas foi atingido por um disparo nas costas, enquanto Aysla recebeu tiros na face, pescoço e braço. Ambos foram socorridos até a UPA Aero Rancho, onde foi confirmado o óbito nas primeiras horas da madrugada.

O sepultamento da adolescente aconteceu neste domingo (5), sob forte comoção. O momento mais comovente e angustiante durante a despedida da adolescente foi quando sua mãe se aproximou para dar o último adeus à filha.

A jovem perdeu a vida como vítima de uma bala perdida, em meio a um ataque direcionado a um rival de uma gangue. O sepultamento aconteceu no Cemitério Santo Amaro, com cerca de 40 pessoas acompanhando o cortejo até a sepultura, a maioria delas com a cabeça baixa.

Muitos vestiam camisetas brancas estampadas com a foto da adolescente e clamavam por justiça. No momento derradeiro da despedida, a mãe se ajoelhou junto ao caixão da filha e, entre lágrimas de profundo pesar, fez um apelo: ”Não vai não, minha filha”, bradou a mulher aos prantos.

Nas redes sociais, as amigas da adolescente expressaram suas homenagens, demonstrando consternação diante da partida abrupta da jovem. Em uma das mensagens em memória de Aysla, indagou-se sobre o triste desfecho do destino da adolescente.

postiimg 66384e39a7f236289

postiimg 66384e3aa2de49738

A Polícia Civil, em conjunto com o Batalhão de Choque, deteve dois dos três indivíduos suspeitos de envolvimento na tragédia que resultou na morte das crianças. Entre os detidos estão Rafael Mendes de Souza, apelidado de ”Jacaré”, e Nicollas Inacio Souza da Silva. O terceiro suspeito, apontado como autor dos disparos, João Vitor de Souza Mendes, encontra-se em paradeiro desconhecido.

Leia Mais
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com