Continua depois da publicidade

Quem era o casal de guardas civis encontrado sem vida dentro da própria residência, detalhes são expostos pela polícia

O caso segue sob investigação.

Na manhã desta última segunda-feira (5), um casal de guardas civis metropolitanos foi descoberto morto dentro de sua residência, localizada na Zona Norte da cidade de São Paulo.

A investigação está sendo conduzida pelo 72º Distrito Policial, em conjunto com a corregedoria da Guarda Civil Metropolitana.

Conforme informações preliminares, uma equipe da Guarda Civil Metropolitana (GCM) foi enviada à residência para verificar o bem-estar dos agentes Pestana e Talita, que não compareceram ao trabalho.

De acordo com relatos dos agentes que compareceram à cena, Talita e Rodrigo foram encontrados sem vida a poucos metros um do outro no quarto que compartilhavam.

Ambos apresentavam ferimentos à bala na região da cabeça. Talita era conhecida por sua assiduidade no trabalho, tornando-se incomum sua ausência sem aviso prévio.

Preocupados com o fato de que ela não havia comparecido ao serviço nem mantido contato telefônico nos últimos dois dias, seus colegas da corporação decidiram enviar uma equipe até sua residência para verificar seu bem-estar.

Ao chegarem ao local, encontraram a casa trancada, sem evidências de arrombamento. O ambiente estava envolto em silêncio absoluto. Após obterem permissão da moradora vizinha, os colegas precisaram usar uma escada para transpor o muro e acessar a residência.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Unidade de Resgate dos socorristas do Corpo de Bombeiros, foram acionados para o local. As equipes médicas que compareceram à cena confirmaram que o casal já tinha evoluído para o óbito.

De acordo com as autoridades responsáveis por elucidarem o caso, a polícia trabalha com a hipótese de homicídio seguido de um atentado contra a própria vida, entretanto, nenhuma linha de investigação está descartada.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *