Continua depois da publicidade

Tudo o que se sabe e o que falta saber sobre morte de jovem em SP após relação com jogador do Corinthians













A Polícia Civil investiga a morte de Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, após um encontro com o jogador do sub-20 do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho, de 18 anos. O que se sabe e o que falta esclarecer até o momento.



A Polícia Civil está investigando a morte de Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, após um encontro com o jogador do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho, de 18 anos.

O caso ocorreu na noite de terça-feira, dia 30 de janeiro, no Tatuapé, em São Paulo. Livia foi levada ao pronto-socorro pelo Samu, acionado pelo atleta, onde sofreu quatro paradas cardiorrespiratórias e apresentou intenso sangramento nas partes íntimas.

O jogador e a jovem se conheceram pelo Instagram e marcaram um encontro. O apartamento de Dimas foi periciado, sendo encontrado sangue no chão. Dimas alega que ambos estavam sozinhos, não consumiram substâncias, e tiveram relações sexuais. Inclusive, ele alegou que câmeras de segurança poderiam comprovar a situação.

Ele chamou o Samu ao perceber que Lívia desmaiou. O Corinthians aguarda a investigação e se coloca à disposição das autoridades. Por enquanto, o jovem não é considerado suspeito até o momento.

O pai de Lívia relata a falta de preocupação do jogador e afirma que a filha não consumia drogas ou álcool. Ela morava com a família e estudava enfermagem. A polícia investiga o caso como morte suspeita. O inquérito será conduzido por uma delegacia especializada. O Corinthians lamenta o ocorrido e colabora com as autoridades.

“Está ciente dos acontecimentos que envolveram um de seus atletas da base, aguarda a investigação dos fatos e está à disposição para colaborar com as autoridades”, disse o clube, ao falar sobre o assunto.








Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *