Connect with us

Notícias

Quem é a mãe que perdeu a vida de maneira cruel ao defender o filho de 6 anos

O caso chocou a população de Sinop (MT).

Nesta sexta-feira (1º), a Polícia Civil de Mato Grosso elucidou os detalhes do latrocínio que resultou na morte da cozinheira Maíra Cristina Vergutz, de 37 anos. O crime ocorreu em fevereiro deste ano, na cidade de Sinop, localizada a 503 km de Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso.

Maíra foi assassinada por um disparo de arma de fogo na cabeça. Bráulio Junqueira, delegado responsável pelas investigações sobre o caso, Maíra faleceu na tentativa de proteger o filho, de apenas 6 anos dos suspeitos armados.

A cozinheira teria levado o filho para ficar com ela no restaurante justamente no dia em que ocorreu o assalto. Durante a ação desastrosa dos criminosos o menino foi feito refém, no afã de salvar o filho ela foi atingida e morreu diante dos olhos da criança.

Ao não obedecer as ordens dos criminosos e correr em direção ao filho, a mãe zelosa foi brutalmente assassinada. Na madrugada do dia 9 de fevereiro, Maíra Cristina foi assassinada. Registros das câmeras de segurança capturaram o momento em que a ex-cunhada e o filho da cozinheira testemunharam o trágico desfecho.

Para assistir ao vídeo CLIQUE AQUI!

Conforme informações policiais, os suspeitos, cujos nomes são Eduardo Alves Morastico Niro e Luan Ferreira Rodrigues, estão em fuga. Além deles, um adolescente de 17 anos, também suspeito de participação no crime, foi apreendido nesta sexta-feira.

“Eles foram lá com a intenção de roubar um dos veículos que estava estacionado em frente ao bar, mas um dos suspeitos acabou atirando contra a funcionária e fugiram sem levar o veículo”, ressaltou o delegado.

À polícia, o adolescente admitiu sua participação no crime e afirmou que Luan Ferreira foi quem efetuou o disparo fatal. As autoridades policiais continuam em busca dos suspeitos.

Copyright © 2020 | Fofochicanco.com